Previsão do Tempo

Mapa do Município

Bandeira Municipal

Brasão Municipal

HISTÓRICO

A origem do Município remonta à época da formação de uma aldeia de índios Mundurucus, denominada Tapajós-Tapera, localizada à margem do rio Tapajós, com índios descidos do alto deste rio. Essa aldeia alcançou grande progresso e obteve a denominação portuguesa de Lugar de Aveiro, por ato do governador e capitão- general José de Nápoles Tello de Menezes, em 23 de agosto de 1781, que nomeou, na mesma ocasião o morador Francisco Alves Nobre para administrá-la.

Pelos registros oficiais constatou-se a existência da freguesia de Nossa Senhora da Conceição do Aveiro, antes de 1781, do que se conclui, portanto, que o ato de criação desse lugar foi somente uma confirmação, pois o local já era conhecido como Aveiro. Também haviam, no local, mais duas freguesias a de São João Baptista de Brasiléia Legal e a de São José do Pinheiro.

A primeira, Nossa Senhora da Conceição de Aveiro, passou do Período Colonial para a Independência, na condição de freguesia, quando teve seus limites definidos pela lei nº 511, de 1 de dezembro de 1866.

Em 1854 a freguesia de São João Batista de Brasiléia Legal passou à categoria de vila, passando a chamar-se Brasiléia Legal. Mas em 1856 perdeu àquela condição, passando a incorporar o município de Itaituba.

A Lei nº 1.152, de 4 de abril de 1883, desmembrou parte do município de Itaituba, para elevar a freguesia de Nossa Senhora da Conceição de Aveiro à categoria de Município, com o topônimo de Aveiro, o qual, foi instalado, em 15 de maio de 1884.

Em 1930, Aveiro perde a condição de Município, sendo seu território incorporado ao de Santarém, com parte do distrito de Alter do Chão, conforme o Art. nº 2 do Decreto nº 6, de 4 de novembro.

Em 1961, através da Lei nº 2.460, de 29 de dezembro, o Município foi restaurado, compreendendo os antigos distritos de Aveiro e São José do Pinheiro, além de parte dos distritos de Boim e Belterra, pertencentes ao município de Santarém, do distrito de Brasília Legal, que fazia parte do município de Itaituba e parte do único distrito de Juruti.

Em 1988, através da Lei nº 5.446, de 10 de maio, o município de Aveiro teve seu teritório desmembrado para a criação do município de Rurópolis.

Atualmente o Município está constituído dos distritos de Aveiro, Brasília Legal e Pinhel.

CULTURA

A festa da Santa padroeira, Nossa Senhora da Conceição, constitui a principal manifestação religiosa do município de Aveiro. Outras festas, porém, movimentam a população da cidade durante o ano. A festa de São José do Sagrado Coração de Jesus, a de São João Batista e a do Balão Vermelho, também fazem parte do calendário de eventos locais.

As manifestações populares de Aveiro apresentam grande expressividade. Apesar disso, poucos são os grupos típicos existentes no município. Nesse aspecto, merecem destaque a Desfeiteira e Amazurra, apresentadas durante as festividades religiosas. Esses grupos, através de suas apresentações e indumentárias, preservam a cultura local.

No artesanato de Aveiro, as principais peças produzidas são confeccionadas em barro, palha e madeira. As peças de caráter utilitário (panelas, vasos, chapéus e tipitis) ganham destaque.

Apenas uma Biblioteca Pública promove a preservação e divulgação da cultura do Município.

População estimada em 2007

18.830

Área da unidade territorial (km²)

17.074

 

Geografia

Clima: Equatorial superúmido

Mesorregião: Sudoeste Paraense

Microrregião: Itaituba

Altitude: 28 metros

Latitude: - 3,60556 graus e decimais de graus

Longitude: - 55,33167 graus e decimais de graus

@lvo Pesquisas

Este site utiliza Atendimento Grátis

Rua dos Pariquis 3492, sala 3
Cremação, Belém - PA - (91) 3353-8108

© Copyright 2006 - 2014

Alvo Publicidade e Marketing - todos os direitos reservados

@lvo Pesquisas

Webmaster Marcus Santos

designed by